Um artista do expressionismo

O sol intenso da região mediterrânea interferiu em sua pintura, e ele libertou-se com pletamente de qualquer naturalismo no emprego das cores, declarando-se um colorista arbitrário. Apaixonou-se então pelas cores intensas e puras, sem nenhuma. Você já viu os principais artistas do expressionismo no Brasil, agora vai conhecer os principais artistas expressionistas do mundo, dentre eles se destacaVan Gogh. Van Gogh foi um artista renomado, considerado um dos maiores pintores da história. Assim, a arte era uma experiência catártica, onde se purificavam os desafogos espirituais, a angústia vital do artista.

Em oposição ao Impressionismo, o Expressionismo surge no final do século XIX com características que ressaltam a subjetividade. Neste movimento, a intenção do artista é de recriar o mundo e não apenas a de absorvê-lo da mesma forma que é visto. Podemos diferenciar o Expressionismo do Impressionismo, pois em lugar de reproduzir uma impressão do mundo que o cercava os expressionistas colocavam em suas obras suas próprias conclusões e temperamentos sobre suas visões do mundo.

Assim o Expressionismo passou a se referir a um tipo de arte produzido na Alemanha no início do século XX e. Socialite, boêmia, herdeira. Peggy Guggenheim teve uma vida bem agitada! Principais artistas e obras do expressionismo.

Confira abaixo um resumo sobre os principais artistas do movimento expressionista. Vincent Willem van Gogh é considerado um dos artistas mais influentes da arte ocidental. Décimo terceiro episódio de história da arte.

Segue minhas redes sociais abaixo e as fontes do vídeo. Um retrato da ansiedade. Conheça os principais artistas e obras do expressionismo : Gauguin – Se dedicou a uma produção artística singular e de vanguarda no século XX.

Um artista do expressionismo

Sua obra mais famosa é chamada de Cristo Amarelo. Cézanne – Tinha uma tendência em converter elementos naturais em figuras geométricas. Trabalhava com impressões captadas pelos sentidos. As influências do expressionismo são evidenciadas nas obras da artista através do uso de cores fortes. No quadro abaixo, por exemplo, podemos notar também a deformação da realidade expressa através de uma representação do ser humano que nada se assemelha a um humano real.

As linhas sinuosas do céu e da água, e a linha diagonal da ponte, conduzem o olhar do observador para a boca da figura que se abre num grito perturbador. Perseguido pela tragédia familiar, Munch foi um artista determinado a criar “pessoas vivas, que respiram e sentem, sofrem e amam”. O expressionismo não foi um movimento homogêneo, mas sim de grande diversidade estilística: o expressionismo modernista de , fauvista de , cubista e futurista de (Die Brücke), surrealista , abstrato de , etc. Embora o maior centro de difusão tenha sido a Alemanha, também pode-se perceber o aparecimento de artistas de outras nacionalidades.

Um artista do expressionismo

A chegada do expressionismo anunciou novos padrões na criação e julgamento do art. A arte agora deveria vir de dentro do artista , e não de uma representação do mundo visual externo, e o padrão para avaliar a qualidade de uma obra de arte tornou-se o caráter dos sentimentos do artista , em vez de uma análise da composição. Mais do que meramente um estilo com características em comum, o Expressionismo é sinónimo de um amplo movimento heterogéneo, de uma atitude e de uma nova forma de entender a arte, que aglutinou diversos artistas de várias tendências, formações e níveis intelectuais. Foi um movimento de espírito e da alma. Um movimento que procurou se opor ao objetivismo naturalista, ao racionalismo capitalista burguês.

Ao expressionismo interessam as sensações provocadas no artista tanto por fatos internos quanto externos. O expressionismo artístico Dentre a vasta gama de “ismos” do início do século XX, o Expressionismo certamente é um dos mais elusivos e difíceis de definir. Atualmente, basta que um artista distorça exageradamente a forma e aplique a tinta de forma espontânea, subjetiva e intuitiva, para que seja considerado “expressionista”31.

Os temas explorados são condizentes com o sentimento do povo europeu da época, especialmente do alemão, uma vez que o movimento surgiu alguns anos antes do início da. Por outro lado, o Expressionismo defendia a liberdade individual por meio da subjetividade e do irracionalismo. O expressionismo foi um movimento cultural de vanguarda surgido na Alemanha nos primórdios do século XX, de indivíduos que estavam mais interessados na interiorização da criação artística do que na sua exteriorização, projetando na obra de arte uma reflexão individual e subjetiva. Ou seja, a obra de arte é reflexo direto do mundo. Ele foi um artista norueguês e um dos primeiros a explorar os viés do expressionismo.

Entretanto, por diversos historiadores, é considerado um pós impressionista e influenciador dos expressionistas. O seu pai, Louis­-Auguste Cézanne, é negociante e exportador de chapéus de feltro. A mãe, Anne-Elisabeth Honorine Aubert, é filha de um torneiro marselhês.

Um artista do expressionismo

Esta vanguarda teve como fundamento a expressão das manifestações do mundo interior, bem como do subjetivismo do artista , para o exterior, isto é, a obra de arte reflete o sentimento e sensações do artista no momento da criação. Entre as vanguardas artísticas europeias do início do século XX, o expressionismo foi uma das mais notórias. A arte expressionista teve seu desenvolvimento principal na Alemanha, não se restringindo apenas às artes plásticas, mas abrangendo o cinema também.

Foi dessa maneira, que muitos artistas dessa corrente inovadora, romperam com a arte tradicional de cavalete, centrando a criação artística nas emoções e expressões humanas, tal qual Jackson Pollock, um dos maiores representantes do expressionismo abstrato norte-americano. Edvard Munch, pintor de O Grito foi um importante artista plástico norueguês. O pintor concentra sua atenção no rosto do retratado, tentando captar de todas as formas possíveis essa dor, através de suas tintas aquarelas.