Expressionismo e suas obras

Expressionismo e suas obras

Suas principais obras são Retrato de Louis-Auguste Cézanne, Paul Alexis lendo Émile Zola, A alameda de Jos de Bouffan, A casa do enforcado e Autorretrato com um chapéu de palha. Van Gogh – Recriou a beleza dos seres humanos e da natureza. As cores se estendem planas e puras sobre a superfície, quase decorativamente.

Outros representantes do expressionismo brasileiro: – Anita Malfatti – pode ser considerada a artista que introduziu as vanguardas europeias em território brasileiro. Retratou em suas obras retratos nus, cenas populares cotidianas e paisagens. Usou cores fortes e violentas em suas obras. Nesta página nós lhe apresentamos as obras que marcaram a história do Impressionismo e do Pós-impressionismo.

Excluímos voluntariamente as célebres obras de Monet, pois outra sessão lhes será inteiramente dedicada. Contudo, o seu interesse por Rembrandt e pelos pintores alemães medievais levaram para a procura de uma arte mais expressiva. Influenciada pelo pós-impressionismo, bem como por Nietzsche e Rilke, começou a empregar nas suas obras cores e formas aplicados simbolicamente. Pintores expressionistas e suas obras Edvard Munch.

Arquitetura, música, dança, artes plásticas, cinema, fotografia e todas as expressões artísticas passaram a entender a arte expressionista e criar obras , formas artistas. Anos mais tarde dedica-se à escultura em madeira,pedra e gesso. Expressionismo Obras Pinturas e Esculturas. Gauguin a dirigiria e novos pintores chegariam para integrar essa confraria ou comuna fraternal, onde tudo seria partilhado, se viveria pela e para a beleza e não existiriam a propriedade privada nem o dinheiro.

Ela representa uma das telas mais emblemáticas do movimento expressionista. Lasar Segall – é considerado o primeiro artista a introduzir o expressionismo alemão em território sul-americano. As obras não têm preocupação com o padrão de beleza tradicional e exibem enfoque pessimista da vida, marcado por angústia, dor, inadequação do artista diante da realidade e , muitas vezes, necessidade de denunciar problemas sociais. Entre os principais nomes do expressionismo estavam Fritz Bleyl, Erich Heckel, Ernst Ludwing Kirchner, Karl Schmidt-Rottluff, Max Pechstein, Emil Nolde e Otto Mueller.

No Brasil, a técnica expressionista esteve presente na arte de nomes como Anita Malfatti, Lasar Segall, Portinari, Oswaldo Goeldi e Iberê Camargo. Outro artista que produziu no Brasil e tem forte influência do expressionismo foi Lasar Segall. O expressionismo influenciou e impulsionou o movimento modernista. A beleza física, exterior, do ser humano e da natureza, “impressas” em tela por pintores impressionistas, como Monet e Renoir, cederiam espaço para a tendência expressionista de representar a vitalidade interna e os sentimentos, geralmente os negativos, como nas pinturas de Edvard Munch e Van Gogh, considerados precursores do expressionismo. Lasar Segall foi o participante mais fiel e ativo do grupo, mesmo após a saída de vários membros.

A partir daí começou a ganhar reconhecimento e suas obras passam a se destacar em museus públicos e colecionadores começam a ter interesse em adquirir seus trabalhos. As obras de Anita Malfatti eram conhecidas por apresentar retratos nus, paisagens e cenas do dia a dia. Uma de suas principais obras foi O Homem de Sete Cores. As influências do expressionismo são evidenciadas nas obras da artista através do uso de cores fortes. As obras do impressionismo são repletas de sombras coloridas e iluminação.

Expressionismo e suas obras

Os principais artistas deste movimento foram Claude Monet, Edouard Manet, Pierre- August Renoir e Edgar Degas, conheça agora cada um deles e um algumas de suas obras. O artista expressionista valoriza os sentimentos e as reações humanas diante da realidade dos fatos, criticando a exploração do ser humano pela elite. O quadro possui uma figura andrógina (onde não é possível identificar se é homem ou mulher) em um momento de desespero e angústia. Esculpiu aí suas primeiras obras , entre as qual figuras para o prédio da Associação Médica Britânica cujo realismo suscitou polêmica.

Hedonista, procurava a felicidade, o agradável, pelo qual não lhe interessava a corrente destrutiva nietzscheana do expressionismo alemão. Nas suas obras sublinhava com força o contorno, de linhas fluidas, herdeiras do arabesco modernista, enquanto o espaço se formava por justaposição de planos de cor. Os seus retratos eram de grande.

Expressionismo e suas obras

Durante esse período, ele pintou muitas pinturas na clandestinidade, enquanto o chamado Fotos Unpainted pela reutilização telas antes de obras de. Suas obras foram condenados como arte degenerada pelo regime nazi. O estilo é abstrato, simbólico e associativo.

O enredo é muitas vezes metafórico, com tramas bem construídas e lógicas. Em cena há atmosfera de sonho e pesadelo e os atores se movimentam como robôs. A pintura gotejante de Jackson Pollock sobre uma tela colocada no chão, por exemplo, é uma técnica que tem suas raízes no trabalho de André Masson, Max Ernst e David Alfaro Siqueiros.

Quandojovem, Marc pretendia estudar filosofia ou teologia. Movimento cultural de vanguarda no início do século XX, o expressionismo originou-se na Alemanha, por meio de artistas que tinham interesse em dar mais valor criativo às suas obras do que na exteriorização em si. Suas primeiras obras são naturalistas, e Marc dedica-se especialmente a pintura de paisagens. Isso ocorria até então e visava criar uma relação individual pelo que o artista pretendia expor. As suas primeiras obras tinham um estilo medieval e simbolista próximo dos Nabis ou da época azul de Picasso.

Foi um dos precursores do expressionismo , embora mantinha equilíbrio em suas obras. Veja aqui mais sobre a vida, a trajetória, as obras e muito mais desse notório artista! Essa amargura provocou um desejo veemente de transformar a vida, de. Descrição e análise das obras de arte: Schiele, uma das figuras centrais do expressionismo austríaco, é conhecido por suas representações dissonantes e muitas vezes grotescas da sexualidade manifesta.

Aqui, Schiele desenha sua esposa, Edith Schiele, parcialmente vestida, seu corpo contorcido em uma posição não natural. Mas o impressionismo não causou só reações de críticas. A resistência ao impressionismo e suas obras vinha da grande ruptura que o impressionismo trazia enquanto movimento: ele negligenciava as formas para privilegiar a cor.

Não é todo o impressionismo que é rejeitado, no entanto. A ideia do expressionismo era da arte enquanto ação, na concepção da imagem pelo artista de forma emocional, visceral, por vezes violenta, em que as cores e as formas não correspondem à realidade direta.