O expressionismo na pintura

Anita introduziu as vanguardas europeias no Brasil após um período de estudos na Alemanha. As cores fortes e vivas de suas pinturas remontam retratos e paisagens. Segundo palavras de Hartlaub: o objetivo é superar as mesquindades estéticas da forma através de uma nova objetividade nascida do desgosto para a sociedade burguesa da exploração. A arte expressionista teve seu desenvolvimento principal na Alemanha, não se restringindo apenas às artes plásticas, mas abrangendo o cinema também.

Ao fundo, está a doca de Oslofjord (em Oslo, Noruega) durante o pôr-do-sol. Conseguir expressar toda essa angústia por meio de pinceladas, como no quadro acima, com fundo distorcido e cores irreais são algumas características do expressionismo. Após a primeira Guerra Mundial o expressionismo passou na Alemanha, da pintura ao cinema e ao teatro, usado o estilo expressionista em seus sets, mas de forma puramente estética, não seu significado, subjetividade e original rasgando dos pintores expressionistas, que paradoxalmente tornaram-se artistas malditas. Esse movimento teve força principalmente na Alemanha, no início do século 20.

Além de sua forte manifestação na pintura , o expressionismo foi marcante também em outras manifestações artísticas, tais como: literatura, cinema, teatro, etc. Na literatura, há muitas obras que refletem a crise de consciência que tomou conta da sociedade antes e depois da Primeira Guerra Mundial. O movimento artístico se difundiu para o mundo todo e influenciou diversas formas de artes – literatura, cinema, arquitetura e música, por exemplo. A pintura a óleo mostra em seu primeiro plano um corpo sinuoso e deformado – uma das características das obras expressionistas -, cujo rosto apresenta um aspecto cadavérico. Ainda são mostrados, na pintura uma ponte, na qual se encontram duas pessoas mal definidas do lado oposto ao qual se encontra o personagem do primeiro plano.

O expressionismo na pintura

Jacob Epstein – E sculto r americano nascido em Nova York, pioneiro da abstracção na escultura e do expressionismo. Iniciou os estudos em Nova York e cursou depois a Escola de Belas-A rtes de Paris, mas teve que abandonar o projecto de pintar, devido a uma deficiência visual, e decidiu dedicar-se à escultura. A expressão foi usada originalmente de forma pejorativa, mas Monet e seus colegas adotaram o título, sabendo da revolução que estavam iniciando na pintura. O quadro Mulheres no Jardim, de Monet, foi pintado totalmente ao ar livre e sempre com a luz do sol e foi realizado no jardim da casa do artista, em Giverny.

Deforma-se a figura, para ressaltar o sentimento. Socialite, boêmia, herdeira. Peggy Guggenheim teve uma vida bem agitada! Na literatura, inverte o processo do Impressionismo, ou seja, procura materializar, numa folha de papel, o mundo interior do escritor, por meio da análise minuciosa do subconsciente das personagens e metáforas. Na música, o expressionismo começou como um exagero, até mesmo uma distorção, do romantismo tardio, em que os compositores passaram a despejar na música toda a carga de suas emoções mais intensas e profundas.

A ideia do expressionismo era da arte enquanto ação, na concepção da imagem pelo artista de forma emocional, visceral, por vezes violenta, em que as cores e as formas não correspondem à realidade direta. I sure hope and wish that you take courage enough to pay me a visit in my PALAVROSSAVRVS REX! Essas podem ser primeiras impressões sobre a Pintura de Ação. Nas artes plásticas, o expressionismo abusou do uso de cores irreais que tinham como objetivo dar formas a sentimentos como: amor, angústia, ciúme, etc. O expressionismo alemão surgiu na Alemanha no período Pós-Primeira Guerra.

Esta vanguarda buscava defender a expressão do irracional, dos impulsos e paixões individuais. No expressionismo não há uma preocupação em relação à objetividade da expressão, mas sim com a exteriorização da reflexão individual e subjetiva dos artistas. Na Literatura há algumas obras que descrevem a crise de consciência que pairava sobre a sociedade antes e depois da Primeira Guerra Mundial.

O expressionismo na pintura

Depois da Primeira Guerra Mundial o expressionismo passou na Alemanha da pintura ao cinema e ao teatro, que utilizavam o estilo expressionista nos seus décors, mas de modo puramente estético, desprovido do seu significado original, da subjetividade e do pungimento próprios dos pintores expressionistas, que se tornaram paradoxalmente em. Quando voltou a Paris, realizou uma exposição individual na galeria de Durand-Ruel, voltou ao Taiti, mas fixou-se definitivamente na ilha Dominique. Obra Destacada: Jovens Taitianas com Flores de Manga.

Predominância dos valores emocionais sobre os intelectuais. Utilizando cores fortes, transmite do amor, ao ciúme, do medo, à solidão, à miséria humana, à prostituição. A pintura gotejante de Jackson Pollock sobre uma tela colocada no chão, por exemplo, é uma técnica que tem suas raízes no trabalho de André Masson, Max Ernst e David Alfaro Siqueiros. O que foi o expressionismo ? Ele se manifestou através da pintura , no mesmo período fauvismo francês, o que tornaria ambos os movimentos artísticos representantes das chamadas “vanguardas históricas”. Toda a construção do cenário, as linhas da ponte, as curvas do céu e da água, faz o espectador focar sua atenção na boca do personagem central, que se abre em espanto.

De um modo geral, o termo pode designarqualquer trabalho na História da Arte em que onaturalismo cedeu espaço a essa representaçãoemocional e distorcida do mundo. Manifestou-se inicialmente através da pintura. Expressionismo no cinema. As obras não têm preocupação com o padrão de beleza tradicional e exibem enfoque pessimista da vida, marcado por angústia, dor, inadequação do artista diante da realidade e, muitas vezes, necessidade de denunciar problemas sociais. Tornou-se uma pintura dramática e subjetiva.

O impressionismo foi um movimento de pintura que nasceu no século XIX, na França. Os pintores impressionistas romperam com o realismo. Os impressionistas, na maioria das vezes, pintavam as telas ao ar livre e por isso suas pinceladas eram dadas de uma forma que a iluminação fosse representada de uma maneira perfeita.

Na Alemanha tornou-se base para o entendimento do temperamento do homem. O artista conseguia usar as cores na tela com um valor simbólico e subjetivo. Na pintura mais famosa ( o grito) de Munch, a figura humana não é apresentada em linhas reais, bem feitas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *